CENTRO INTERNACIONAL TRATAMENTO DA DOENÇA DE PEYRONIE
INTERNATIONAL CENTER FOR PEYRONIE`S DISEASE TREATMENT
Fale com o Dr. Paulo Egydio

CLIQUE AQUI
Fale Com o Doutor

Doença de Peyronie e disfunção erétil importante

A doença de Peyronie pode provocar deformidades no pênis, como curvatura, afinamento, redução de tamanho, problemas de ereção.

Importante saber que A DOENÇA DE PEYRONIE SEMPRE ESTARÁ ASSOCIADO A UMA DIMINUIÇÃO DO TAMANHO DO PÊNIS. Por isso, a grande importância da técnica cirúrgica criada pelo Dr. Paulo Egydio, com alongamento do pênis e recuperação do maior tamanho e calibre possíveis em um procedimento reconstrutivo de correção de Peyronie, até o limite do tamanho dos nervos, vasos e uretra. Pois as técnicas tradicionais reduzem o tamanho do pênis, provocando grande insatisfação dos pacientes. E a técnica de Egydio proporciona maior sucesso e satisfação dos pacientes.

Disfunção erétil, mais conhecido como impotência sexual e problemas de ereção, é tida como a maior causa de doença de Peyronie, que pela qualidade inadequada da ereção predispõe a ocorrência de traumas e microtraumas durante as relações sexuais e formação de fibroses internas e deformidades no pênis. E a doença de Peyronie costuma agravar ainda mais a ereção.

Em muitos casos, existe a necessidade de implante de prótese peniana, que é indicada quando o paciente tem problema de ereção associado à deformidade peniana (curvatura, afinamento, perda de tamanho), não responsiva aos tratamentos clínicos convencionais ou caso o exame antes da cirurgia comprove problemas vasculares severos no pênis.

Como A DOENÇA DE PEYRONIE SEMPRE ESTARÁ ASSOCIADO A UMA DIMINUIÇÃO DO TAMANHO DO PÊNIS, se o paciente faz um simples implante de prótese sem alongar e recuperar o máximo tamanho antes, ficará com um pênis muito pequeno e muito insatisfeito.

O Peyronie é uma cicatriz, uma fibrose que ocorre no pênis e que limita a elasticidade dos tecidos, ou seja, quando gera uma pressão no pênis por ereção encontra um tecido menos elástico e SEMPRE estará associado à diminuição do tamanho do pênis.

E pode ou não estar associado a curvatura peniana. Porque isso? Pois tem gente que imagina que se o pênis diminuiu de tamanho sem curvatura não é Peyronie. Na verdade é um Peyronie muito mais avançado, pois acometeu todos os lados do pênis e ele reduziu por inteiro. Ou então a pessoa acha que o Peyronie dele melhorou, mas o Peyronie acometeu também o outro lado do pênis e ele diminui de tamanho dos dois lados e na realidade o Peyronie piorou. Então, a doença de Peyronie, em maior ou menor grau, está sempre associado a diminuição do pênis, independente de ter curvatura ou não. Sabendo desta importante informação, QUALQUER IMPLANTE DE PRÓTESE EM CASOS DE DOENÇA DE PEYRONIE PRECISA DE RECONSTRUÇÃO PENIANA PARA ALONGAR E RECUPERAR O MÁXIMO CALIBRE E TAMANHO DO PÊNIS (até o limite do tamanho dos nervos, vasos e uretra) e então no mesmo ato cirúrgico já implantar o maior tamanho de prótese, para a MAIOR SATISFAÇÃO DO PACIENTE. Não só deixar o pênis ereto, mas atender ao que o homem mais preza, que é o TAMANHO!!!

Para implantes de prótese peniana em casos de Peyronie, o cirurgião tem que ter experiência para atender a satisfação do paciente, tem que ter em mente que não é um simples implante, mas também de reconstrução do tamanho (pois teve perda de tamanho) e calibre (se afinou). Esta reconstrução é para tratar o Peyronie e alongar e recuperar o máximo tamanho possível. O implante é colocado no mesmo momento da reconstrução, para evitar novos episódios de Peyronie e não deixar o Peyronie voltar. Então não se pode considerar somente o implante para curar o Peyronie.

IMPORTANTE: Tratar Peyronie é tratar fibrose, tamanho, calibre, mas principalmente para dar a firmeza vertical e não deixar novas fibroses deformarem e retraírem o pênis novamente.

É importante deixar isso claro, porque o paciente não tem essa consciência. E se fizer somente um simples implante de prótese sem tratar fibrose, tamanho, calibre, curvatura, ele pode ficar muito insatisfeito, principalmente em relação ao tamanho, que pode reduzir muito. Todo o cuidado do cirurgião com relação a todos estes aspectos está relacionado com o grau de satisfação da cirurgia. POR ISSO, FUNDAMENTAL A EXPERIÊNCIA DO CIRURGIÃO EM TODOS ESTES REQUISITOS, PARA MAIOR SUCESSO E  MAIOR SATISFAÇÃO DO PACIENTE.

Modelos de prótese peniana – dependendo da fibrose, do tamanho, do calibre do pênis, tem modelos de prótese melhores que outros. Maleável pode ser melhor que inflável e vice-versa. Depende da avaliação criteriosa do cirurgião.

O grau de satisfação do paciente, não está relacionado diretamente com a escolha do modelo de implante, mas sim na recuperação do tamanho (que é o principal) e um implante que melhor se adeque ao paciente. Depende tudo de uma avaliação, o cirurgião experiente com sua experiência que vai dizer qual o melhor modelo para cada caso em particular, não necessariamente o mais caro. Quem sabe de custo-benefício? Quem atua sempre. O cirurgião especializado nestes casos.

Curvatura, afinamento e redução do tamanho tem solução!

Recupere sua autoestima, autoconfiança, qualidade de vida e felicidade!

Veja no vídeo abaixo como o Dr. Paulo Egydio poderá ajudá-lo a resolver o seu problema:

Veja mais vídeos em nosso canal no YouTube

Cada caso deve ser tratado de forma individualizada. Entenda algumas particularidades

Tweet